Commit 72b16748 authored by Vytor Calixto's avatar Vytor Calixto 👾

Espaçamento nas tabelas do capítulo 10

Closes #34
parent fdf9675a
...@@ -32,7 +32,7 @@ Existem basicamente duas maneiras de definir e declarar estruturas em C: ...@@ -32,7 +32,7 @@ Existem basicamente duas maneiras de definir e declarar estruturas em C:
\begin{itemize} \begin{itemize}
\item A primeira é colocar uma lista com um ou mais nomes de variáveis \item A primeira é colocar uma lista com um ou mais nomes de variáveis
imediatamente após a definição da estrutura, conforme o exemplo a seguir: imediatamente após a definição da estrutura, conforme o exemplo a seguir:
\begin{lstlisting} \begin{lstlisting}
...@@ -53,7 +53,7 @@ struct coord { // definicao de uma estrutura ...@@ -53,7 +53,7 @@ struct coord { // definicao de uma estrutura
int y; int y;
}; };
// instrucoes adicionais aqui... // instrucoes adicionais aqui...
// declaração de variaveis // declaração de variaveis
struct coord primeira, segunda; struct coord primeira, segunda;
...@@ -64,8 +64,8 @@ struct coord primeira, segunda; ...@@ -64,8 +64,8 @@ struct coord primeira, segunda;
\subsection{Acessando os membros de uma estrutura} \subsection{Acessando os membros de uma estrutura}
Os membros individuais de uma estrutura podem ser usados como qualquer outra variável Os membros individuais de uma estrutura podem ser usados como qualquer outra variável
respeitando-se as características do seu tipo. Para acessar os membros de uma estrutura, respeitando-se as características do seu tipo. Para acessar os membros de uma estrutura,
utiliza-se o operador de membro de estrutura `.' entre o nome da estrutura e o nome do membro. utiliza-se o operador de membro de estrutura `.' entre o nome da estrutura e o nome do membro.
Exemplo: Exemplo:
...@@ -127,7 +127,7 @@ void main () ...@@ -127,7 +127,7 @@ void main ()
printf("Digite a coordenada y superior esq.:\n"); printf("Digite a coordenada y superior esq.:\n");
scanf("%d", &quadro.esqcima.y); scanf("%d", &quadro.esqcima.y);
printf("Digite a coordenada x inferior dir.:\n"); printf("Digite a coordenada x inferior dir.:\n");
scanf("%d", &quadro.dirbaixo.x); scanf("%d", &quadro.dirbaixo.x);
...@@ -159,6 +159,8 @@ OBS.: Quando estruturas são passadas por referência, utilizamos o operador `\v ...@@ -159,6 +159,8 @@ OBS.: Quando estruturas são passadas por referência, utilizamos o operador `\v
exemplo: exemplo:
\vspace*{\fill}
\begin{lstlisting} \begin{lstlisting}
// Passando argumentos por valor e por referência // Passando argumentos por valor e por referência
...@@ -186,7 +188,7 @@ void main () ...@@ -186,7 +188,7 @@ void main ()
por_ref(&ponto); // chamada por referencia por_ref(&ponto); // chamada por referencia
printf(""nDepois de chamar por ref(): x = %d, y = %d", ponto.x,ponto.y); printf(""nDepois de chamar por ref(): x = %d, y = %d", ponto.x,ponto.y);
} }
void por valor(struct coord ponto) void por valor(struct coord ponto)
{ {
ponto.x = ponto.y = 0; ponto.x = ponto.y = 0;
...@@ -231,4 +233,4 @@ acusar erro se houver tentativa de inserção de alunos, caso o vetor esteja che ...@@ -231,4 +233,4 @@ acusar erro se houver tentativa de inserção de alunos, caso o vetor esteja che
No caso da função de ordenação, esta deverá ser realizada pela ordem alfabética do nome. No caso da função de ordenação, esta deverá ser realizada pela ordem alfabética do nome.
\end{document} \end{document}
\ No newline at end of file
Markdown is supported
0% or
You are about to add 0 people to the discussion. Proceed with caution.
Finish editing this message first!
Please register or to comment