Commit 9845ed59 authored by Vytor Calixto's avatar Vytor Calixto 👾

Arrumado quebra em código

parent 2672d09e
......@@ -6,14 +6,14 @@
\chapter{Funções de entrada e saída}
Funções de entrada e saída são aquelas que obtêm informações de uma determinada
entrada (normalmente através da entrada padrão, i.e. teclado) e enviam
informações para uma determinada saída (normalmente para a saída padrão,
Funções de entrada e saída são aquelas que obtêm informações de uma determinada
entrada (normalmente através da entrada padrão, i.e. teclado) e enviam
informações para uma determinada saída (normalmente para a saída padrão,
i.e. vídeo).
Nesta seção estaremos tratando apenas de funções que trabalham com entrada e
saída padrão, ou seja, obtêm uma informação a partir do teclado e imprimem informações
para o vídeo.
Nesta seção estaremos tratando apenas de funções que trabalham com entrada e
saída padrão, ou seja, obtêm uma informação a partir do teclado e imprimem informações
para o vídeo.
A biblioteca que contêm todas essas funções é a stdio.h.
\section{printf()}
......@@ -24,16 +24,16 @@ Uma string de formato especifica como a saída da função printf deverá ser fo
componentes possíveis de uma string de formato são:
\begin{description}
\item[Texto literal] que é exibido na tela exatamente como foi incluído na
\item[Texto literal] que é exibido na tela exatamente como foi incluído na
string de formato.
\item[Sequências de escape] que incluem instruções especiais de formatação.
Uma sequência de escape consiste de uma barra invertida (\textbackslash) seguida
de um único caractere. As sequências de escape mais utilizadas estão na tabela
\item[Sequências de escape] que incluem instruções especiais de formatação.
Uma sequência de escape consiste de uma barra invertida (\textbackslash) seguida
de um único caractere. As sequências de escape mais utilizadas estão na tabela
\ref{tab:seq_esc}.
\item[Especificadores de formatação] que consistem no símbolo de
porcentagem (\%) seguido por um único caractere. Estes especificadores informam
à função printf() como interpretar as variáveis que serão impressas. O string de
formato deve conter um especificador de formatação para cada variável a ser
\item[Especificadores de formatação] que consistem no símbolo de
porcentagem (\%) seguido por um único caractere. Estes especificadores informam
à função printf() como interpretar as variáveis que serão impressas. O string de
formato deve conter um especificador de formatação para cada variável a ser
impressa.
\end{description}
......@@ -49,7 +49,7 @@ impressa.
\hline \verb|\?| & ponto de interrogação \\
\hline \verb|\'| & aspa simples \\
\hline \verb|\"| & aspas duplas \\
\hline
\hline
\end{tabular}
\caption{Sequências de escape}
\label{tab:seq_esc}
......@@ -63,10 +63,10 @@ impressa.
\hline \%c & caractere simples \\
\hline \%d & número inteiro decimal com sinal \\
\hline \%u & número inteiro decimal sem sinal \\
\hline \%s & string alfanumérica \\
\hline \%s & string alfanumérica \\
\hline \%f & número decimal com ponto flutuante \\
\hline \%e & número em notação científica \\
\hline
\hline
\end{tabular}
\caption{Especificadores de formatação}
\end{table}
......@@ -87,14 +87,14 @@ String Alfanumerica: Teste de Printf
\end{verbatim}
\section{scanf()}
A função scanf() lê dados do teclado de acordo com um formato especificado e
atribui os dados recebidos a uma ou mais variáveis do programa.
Assim como o printf(), scanf() também usa uma string de formato para descrever
como os dados recebidos serão formatados.
A string de formato utiliza os mesmos êspecificadores de formatação
A função scanf() lê dados do teclado de acordo com um formato especificado e
atribui os dados recebidos a uma ou mais variáveis do programa.
Assim como o printf(), scanf() também usa uma string de formato para descrever
como os dados recebidos serão formatados.
A string de formato utiliza os mesmos êspecificadores de formatação
utilizados pela função printf().
Além da string de formato, esta função recebe uma lista de argumentos, que
Além da string de formato, esta função recebe uma lista de argumentos, que
devem ser passados por referência (precedidos do caractere \&).
......@@ -122,40 +122,42 @@ Voce digitou 17.65 e 9
\section{getchar() e putchar()}
A função getchar(), que está definida na biblioteca padro stdio.h,
obtém o próximo caractere da entrada padrão e o ecoa na tela.
A função getchar(), que está definida na biblioteca padro stdio.h,
obtém o próximo caractere da entrada padrão e o ecoa na tela.
Esta função não aceita argumentos, e retorna o caractere lido.
A função putchar(), também definida na biblioteca padrão stdio.h,
envia um caractere para a saída padrão.
A função putchar(), também definida na biblioteca padrão stdio.h,
envia um caractere para a saída padrão.
A função retorna o caractere que acabou de ser enviado ou EOF em caso de erro.
\vspace*{\fill}
\begin{lstlisting}
#include <stdio.h>
int main()
{
int ch;
while((ch = getchar()) != '\n')
putchar(ch);
return 0;
}
\end{lstlisting}
Quando este programa for executado, a função getchar() é chamada e aguarda até
receber um caractere da entrada padrão.
Como getchar() é uma função de entrada com ``buffer'', nenhum caractere é
recebido até que o usuário pressione a tecla [enter].
Quando este programa for executado, a função getchar() é chamada e aguarda até
receber um caractere da entrada padrão.
Como getchar() é uma função de entrada com ``buffer'', nenhum caractere é
recebido até que o usuário pressione a tecla [enter].
Não obstante, todas as teclas pressionadas são refletidas na tela.
Ao pressionar [enter], todos os caracteres digitados, inclusive o caractere
nova linha, são enviados para a entrada padrão pelo sistema operacional.
Ao pressionar [enter], todos os caracteres digitados, inclusive o caractere
nova linha, são enviados para a entrada padrão pelo sistema operacional.
A função getchar() retorna os caracteres individualmente.
No programa acima, os caracteres recebidos pela função getchar() são
armazenados na variável ch, que é então ecoada na tela utilizando-se a
No programa acima, os caracteres recebidos pela função getchar() são
armazenados na variável ch, que é então ecoada na tela utilizando-se a
função putchar().
\end{document}
\ No newline at end of file
\end{document}
Markdown is supported
0% or
You are about to add 0 people to the discussion. Proceed with caution.
Finish editing this message first!
Please register or to comment